Britânico Michael Collins se apresenta com a OSUSP na Sala São Paulo e faz ensaio gratuito na USP

O maestro e clarinetista interpreta o Concerto para Clarinete, op. 57, de Nielsen e rege as obras Peer Gynt, Suite nº 1, op. 46, de Grieg e Sinfonia nº 2 em Ré Maior, op. 43, de Sibelius.

A Sala São Paulo recebe, no próximo dia 25 de junho, às 21h, apresentação da  Orquestra Sinfônica da USP – OSUSP com o maestro e clarinetista britânico Michael Collins. Na véspera, 24/06, às 12h30, será realizado um ensaio aberto e gratuito no Centro de Difusão Internacional da USP – CDI. O valor dos ingressos para o concerto na Sala São Paulo varia de R$ 20 a R$ 70.

Michael Collins é regente titular da City of London Sinfonia e frequentemente recebe convites para estar à frente de conceituadas orquestras europeias. Collins se apresentou com a OSUSP no 45º Festival de Inverno de Campos do Jordão em 2015 e retorna a São Paulo para dedicar-se às obras de três compositores nórdicos que atuaram no fim do século XIX e início do XX. O músico interpreta o Concerto para Clarinete, op. 57, de Carl Nielsen, e rege as obras Peer Gynt, Suite nº 1, op. 46, de Edvard Grieg, e Sinfonia nº 2 em Ré Maior, op. 43, de Jean Sibelius.

Sala São Paulo - Concertos OSUSP 2015

A OSUSP foi fundada em 1975 e teve como regentes titulares Camargo Guarnieri (1975-1993), Ronaldo Bologna (1993 a 2001), Carlos Moreno (2002 a 2008) e Lígia Amadio (2009 a 2011). Nestes 40 anos de existência, realizou excursão pela Alemanha, lançou oito CDs, organizou concursos de composição, participou de montagens de ópera e se apresentou com regentes e solistas de renome internacional como o tenor José Carreras, o violinista Schlomo Mintz e os pianistas Arnaldo Cohen, Yara Bernette, Roberto Szidon e Ingrid Haebler. Sua temporada anual consiste em apresentações regulares em diferentes salas de concerto e nos diversos campi da USP.

Michael Collins | regente e clarinetista
Michael Collins nasceu em Isleworth (oeste de Londres), Inglaterra. Estudou no Royal College of Music e teve entre seus principais professores David Hamilton e Thea King. Aos 16 anos ganhou o prêmio de melhor instrumentista de sopro no primeiro Concurso Jovens Músicos da BBC. Sua estreia no Carnegie Hall de Nova York se deu aos 22 anos. Desde então, tem se apresentado com as mais importantes orquestras. Em setembro de 2010, Collins tornou-se Regente Titular da City of London Sinfonia. Nas últimas temporadas sua regência ganhou destaque com a Philharmonia Orchestra, Academy of St Martin in the Fields,London Mozart Players, BBC Scottish Symphony Orchestra, Ulster Orchestra, Kymi Sinfonietta,Auckland Philharmonia and Tasmanian Symphony Orchestra. Em 2007, recebeu o prêmio de melhor instrumentista do ano da Royal Philharmonic Society. Em 2009 apresentou-se no Festival Mostly Mozart de Nova York. Em 2015, atuou como solista e regente junto à OSUSP no Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão.

 

Fonte: PRCEU