A OSUSP

Sala São Paulo - Concertos OSUSP 2015

OSUSP – Temporada 2016

    A Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP) é
uma poderosa ferramenta cultural a serviço da extensão universitária.
Com uma atuação próxima ao público da Universidade e da comunidade
em geral, a OSUSP realça seu pertencimento à Universidade, espaço
privilegiado para a compreensão dos grandes valores do saber, para
o estímulo da criatividade, inovação e transmissão do conhecimento.
Fomentar o gosto pela música, passar o legado de grandes mestres
universais, apresentar novas propostas e estilos, encantando com a
arte da orquestra, resumem algumas das ações da área de cultura
e extensão que a OSUSP, desde a sua fundação vem desempenhando
e deve aprimorar na USP, demonstrando que a herança cultural, a
criação e inovação musical têm sido pilares para que a orquestra seja
um componente vital da ligação da academia com a sociedade. Em 2016,
a OSUSP realizará apresentações regulares no Auditório do Centro de
Internacionalização na Cidade Universitária, na sala de recitais da
Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin e manterá a temporada de
concertos na Sala São Paulo.

Prof. Dr. Edson Leite

 A Orquestra Sinfônica da USP

A OSUSP – Orquestra Sinfônica da Universidade
de São Paulo foi fundada em 1975 e teve como
regentes titulares Camargo Guarnieri (1975-1993),
Ronaldo Bologna (1993 a 2001), Carlos Moreno (2002
a 2008) e Lígia Amadio (2009 a 2011). Nestes 40
anos de existência, realizou excursão pela Alemanha,
lançou oito CDs, organizou concursos de composição,
participou de montagens de ópera e se apresentou
com regentes e solistas de renome internacional como
o tenor José Carreras, o violinista Schlomo Mintz e os
pianistas Arnaldo Cohen, Yara Bernette, Roberto Szidon
e Ingrid Haebler. Sua temporada anual consiste em
apresentações regulares em diferentes salas de concerto
e nos diversos campi da USP. Em 2006 recebeu o Prêmio
Carlos Gomes de “Melhor Orquestra do Ano”.
A OSUSP é um órgão da Pró-Reitoria de Cultura e
Extensão Universitária e tem como objetivos principais
divulgar a música sinfônica e camerística, inovar
em propostas educacionais e artísticas, estimular a
formação de público e, sobretudo, promover a interação
entre o saber produzido na Universidade e a Sociedade.